Qualidade de vida e boa mesa em Montevidéu

A capital uruguaia é considerada a que oferece melhor qualidade de vida da América do Sul. Centro comercial, financeiro, cultural e universitário do Uruguai e onde fica seu principal porto, Montevidéu foi considerada a quinta metrópole mais gay-friendly do mundo e a primeira da América Latina. 

Vista parcial do centro histórico de Montevidéu a partir do 7º andar do Hotel Palácio. Click: Giovani Santos

O centro histórico, denominado Cidade Velha, inclui os edifícios mais antigos da capital, vários museus, galerias de arte e discotecas. 

E se você gosta de agito de feira livre com frutas, verduras, flores há um passeio bacana no centro de Montevidéu. É a feira de Tristán Narvaja, com barracas que se espalham por essa e outras ruas próximas.

Bancas de livros ocupam um longo trecho de rua na feira de Tristán Narvaja. Click: Giovani Santos

Além de hortifrutigranjeiros, a feira dá direito a garimpar objetos vintage, roupas novas e usadas, calçados, livros antigos, animais de estimação, comida de rua e artesanato.

De tudo um pouco na feira da Tristán Narvaja. Click: Giovani Santos

Acontece aos domingos das 9 às 16 horas. Os preços nem sempre são inferiores aos do comércio tradicional, mas turista que se preza costuma encarar esse tipo de muvuca.

Trinta ovos por 110 pesos uruguaios na feira de Tristán Narvaja. Click: Giovani Santos

Os locais mais frequentados da região são a Rua Sarandí e o Mercado Del Puerto, bastante procurado por causa de seus restaurantes que oferecem assados em parrillas (grelhas), peixes e massas, acompanhados por bons vinhos, num ambiente festivo. 

O aroma dos assados na parrilla – essa imensa grelha – é um convite à gula no Mercado del Puerto, em Montevidéu. Click: Giovani Santos

Os chamados “asados” são pedaços de carne colocados inteiros em grelhas dispostas na diagonal e assados em fogo à lenha. Atenção ao ponto da carne: a mal passada ou jugosa é servida quase crua, a carne al punto é servida macia e suculenta, enquanto bien cocido se trata de carne bem passada.

Nos balcões diante das grelhas de carnes no Mercado Del Puerto os pratos podem ficar um pouco mais baratos. Click: Giovani Santos

Mas se você deseja tranquilidade, bom atendimento à mesa e porções generosas, a cidade abriga diversos ótimos restaurantes, com cardápio de dar água na boca. Escolhemos um restaurante com ambiente tranquilo para um almoço de domingo: o La Torre, onde as carnes vieram no ponto pedido, bem suculentas e macias, acompanhadas das tradicionais batatas assadas e salada mista a um preço bem razoável. 

Artistas regionais animam Mercado del Puerto. Click: Giovani Santos

No jantar, optamos pelo restaurante Los Leños, com ambiente sofisticado e especializado em refeições sem glúten. Embora com lotação completa, o serviço foi impecável e os pratos excelentes. O preço dos pratos é, no entanto, mais “salgado”. 

Carne de animal assa vagarosamente sobre fogo de chão no Mercado Agrícola de Montevidéu. Click: Giovani Santos

Serviço: Restaurantes: La Torre (Convención, 1324) e Los Leños (San José, 909). 

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *