Viajando numa BMW R1200 com 322 mil km

Uma motocicleta BMW R1200 com o odômetro na marca dos 322 mil km , ano 2014, em perfeito estado de conservação e todas as revisões em dia é raridade nas estradas. E foi em Curitiba que encontramos os felizes proprietários da moto. O casal Myrian e Caio Ferraz, de Araçatuba (SP / Brasil), uniu-se a um grupo de motociclistas paulistas para participar do BMS Motorcycle 2019.

Prontos para curtir o BMS Motorcycle 2019. Click: Giovani Santos

Viajar se moto é rotina para os dois. Há 13 anos, o casal escolheu a motocicleta como meio de transporte para conhecer outros lugares. “Filhos criados, resolvemos partir para novas aventuras, realizar sonhos aparentemente impossíveis, cultivar novas amizades e, claro, conhecer o mundo com nossos próprios sentidos, sobre duas rodas”, explica Caio, empresário da área da construção civil.

Na juventude, Caio Ferraz começou a pilotar uma moto de baixa cilindrada – uma Turuna vermelha 125cc e, com os anos, foi trocando por motos de maior cilindrada. Com o nascimento dos filhos, o casal interrompeu as aventuras e as retomou em 2006. Em fevereiro de 2012, os dois viajaram numa BMW para a Argentina e Chile. 

Na BMW R1200, Caio e Myrian Ferraz celebram a vida nas estradas. Click: Giovani Santos

Dois meses depois, em abril, viajaram à Europa, onde fizeram um roteiro entre Portugal e Marrocos de motocicleta. Essa experiência e a conversa com um amigo – Erik, proprietário da agência de viagens Alive Moto Tour -, os levou a uma aventura maior. Junto com o amigo Erik, o casal seguiu para o Alasca em junho do mesmo ano. Do Alasca, despacharam as motocicletas por via aérea e retornaram ao Brasil de avião. 

Brisa no rosto, terra, asfalto, rios e montanhas é tudo o que o casal deseja. Click: Giovani Santos

A partir de 2014, o casal diminuiu o número de viagens e encurtou os roteiros para se dedicar mais ao trabalho. No entanto, juntos há mais de quatro décadas, costumam escolher a moto para viajar e percorrer curtas ou longas distâncias. “Não temos objetivos ou ambições. Só queremos o amor, a vida e a brisa; terra, asfalto, rios e montanhas. Apenas rodar, para admirar o que Deus, em sua bondade, nos presentear”, afirmam. 

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Caio disse:

    Susana e Giovani, a matéria ficou muito legal! Foi um prazer conhece-los e quem sabe cruzaremos pelas estradas novamente!

    • Susana Branco disse:

      Que bom que você gostou, Caio! O prazer foi nosso e certamente nos encontraremos em outros roteiros. Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *